Quick menu de navegação :

  1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu principal da secção
  3. Ir para a ferramenta de pesquisa
  4. Ir para o menu Ajuda
  5. Ir para o Módulo
  6. Vá para a lista de atalhos de teclado

Menu Ajuda :

  1. Sanofi Mundial |
     
  2. Sites Sanofi no Brasil |
     
  3. Sites do Grupo |
     
  4. Contato |
  5. Mapa do Site |
  6. Ajuda
  1. RSS
  2. Tamanho da fonte

    Reduzir Aumentar  
 
 

Hipertensão

Conteúdo :

Hipertensão

Importante

O conteúdo abaixo constitui o melhor entendimento de nossos especialistas com referência à literatura disponível sobre essa doença e não deve servir, em qualquer situação, de subsídio para a automedicação. Somente o médico poderá prescrever a melhor conduta para o seu caso.

 

Não vacile diante desse inimigo

A hipertensão arterial é uma doença crônica que, se não controlada, pode trazer grandes prejuízos ao seu coração.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a pressão continuamente elevada pode levar a complicações sérias como infarto do miocárdio, derrames, insuficiência cardíaca (aumento do coração) e angina (dor no peito), além de causar danos aos rins e alterações na visão, que podem levar à cegueira.

 

Estima-se que 15% da população adulta mundial tenha hipertensão. 
A hipertensão, popularmente conhecida como pressão alta, é considerada um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares: a cada ano, em todo o mundo, quase 4 milhões de homens e 3,5 milhões de mulheres morrem devido a infartos do miocárdio, segundo a Organização Mundial da Saúde. Atualmente, as doenças que afetam as artérias coronárias são as que mais matam em todo o mundo.

 
No Brasil

A partir da década de 60, as doenças cardiovasculares superaram as infecto-contagiosas como primeira causa de morte no Brasil. Somente em 2005, foram registrados 1.006.827 óbitos no país, dos quais 31,5% foram em decorrência de doenças cardiovasculares. (Fonte: M.S./IBGE - SIM/SINASC)

 

Siga o circuito abaixo e entenda por que a hipertensão deve ser levada muito a sério e o que você pode fazer para ajudar na prevenção de suas conseqüências: