Brasileiros podem se inscrever até 11 de setembro no hackathon de saúde do MIT Hacking Medicine

Com patrocínio da Sanofi, evento Hacking Medicine do Instituto de Tecnologia de Massachusetts desafia os participantes a propor soluções inovadoras para enfrentamento de problemas urgentes na saúde mundial

São Paulo, 03 de setembro de 2020 — Estão abertas as inscrições para um dos maiores hackathons de saúde do mundo, o MIT Hacking Medicine Grand Hack 2020. Realizado pelo MIT Hacking Medicine, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), com patrocínio da Sanofi, o evento recebe, até 11 de setembro, inscrições de participantes todo o mundo e de qualquer área de estudo que tenham interesse em entrar em uma corrida contra o tempo para resolver desafios relacionados ao universo da saúde. O evento acontecerá virtualmente entre 2 e 4 de outubro.

Os selecionados serão incentivados a desenvolver a melhor e mais inovadora solução para diversas questões urgentes de saúde mundial. As propostas podem ser uma tecnologia, um aplicativo ou outra ferramenta online. Não há limitação em relação à resposta desenvolvida para a questão apresentada aos participantes. A participação é gratuita e o MIT Hacking Medicine analisa as inscrições conforme as recebe, com vagas limitadas.

Os desafios patrocinados pela Sanofi dentro do hackathon mais amplo se concentram em câncer e envelhecimento. O objetivo é promover o desenvolvimento de soluções inovadoras entre profissionais de várias áreas e empreendedores para que busquem o cuidado para pacientes idosos com câncer levando em consideração suas necessidades e desafios únicos, com o propósito de dar às pessoas com câncer a melhor chance possível de envelhecer.

O MIT Hacking Medicine nasceu em 2011 e tem o objetivo de acelerar o desenvolvimento de novas soluções de saúde. Multidisciplinar, o grupo reúne engenheiros, médicos, enfermeiras e até mesmo pacientes. Organizando hackathons, workshops de design thinking e outros eventos, o MIT Hacking Medicine já colaborou com a criação de mais de 50 empresas.

Serviço
MIT Hacking Medicine 2020
Inscrições até 11 de setembro em: https://grandhack.mit.edu/boston/participant-application/
Data: de 2 a 4 de outubro, virtualmente

Sobre a Sanofi Genzyme 
A inovação para a ciência é um dos pilares da Sanofi Genzyme, a unidade de negócios global de doenças de alta complexidade da Sanofi, focada em cinco áreas: doenças raras, esclerose múltipla, oncologia, imunologia e distúrbios raros do sangue.

Dedicada a transformar os novos conhecimentos científicos em soluções para os desafios de saúde, com tratamentos para doenças normalmente difíceis de diagnosticar e caracterizadas como necessidades médicas não atendidas, a Sanofi Genzyme foi a primeira a desenvolver terapia de reposição enzimática para doenças de armazenamento lisossômico (LSDs). 

Fundada como Genzyme em Boston (Estados Unidos) em 1981, rapidamente cresceu para se tornar uma das principais empresas de biotecnologia do mundo. A Genzyme tornou-se parte da Sanofi em 2011.