Artrite e reumatismo são a mesma coisa



Eles não são sinônimos, mas estão relacionados; entenda essa história.

O reumatismo pode afetar as articulações, os músculos e o esqueleto. “Há mais de uma centena de tipos de reumatismo e boa parte deles começa com uma dor considerada simples nas juntas, como acontece na bursite, na tendinite, num incômodo na coluna e até mesmo na artrite. Essa última, inflama as articulações causando inchaço, rigidez e dor, prejudicando a realização de tarefas simples e cotidianas, como digitar no computador ou dirigir”, explica o reumatologista Sergey Lerner*, professor do curso de medicina da Universidade Positivo, em Curitiba (PR).

Isso é com você?

Segundo o professor, todo mundo pode desenvolver reumatismo ou mais especificamente artrite reumatoide. “Porém, são alvos preferenciais quem tem histórico familiar, alterações nas juntas, que os médicos chamam de artropatia, ou hormonais, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo”, completa ele.

Para se prevenir é preciso agir na contramão do que o provoca, ou seja, controlar o peso, tratar as alterações hormonais e as artropatias e praticar atividade física regularmente, para manter a cartilagem saudável, ampliar os movimentos das articulações e fortalecer os músculos. “Quem está no grupo de risco ainda deve consultar um especialista, já que o diagnóstico precoce e o controle adequado de qualquer tipo de reumatismo, a artrite aí incluída, são essenciais para manter a qualidade de vida e a independência da pessoa”, avisa o doutor.

*CRM 10272

As orientações a seguir se referem à interpretação da literatura médica atual e às principais recomendações de sociedades médicas. Essas informações não devem estimular a automedicação e, sob nenhuma hipótese, substituem a avaliação de seu médico de confiança. Ele é o único profissional habilitado para avaliar a sua saúde e indicar a melhor conduta para o seu caso.
Usar remédios sem o conhecimento do seu médico pode ser extremamente perigoso para sua saúde.