Artrite reumatoide e qualidade de vida



Cuidados simples podem favorecer o bem-estar e a independência 


Erra quem encara a artrite reumatoide como uma sentença de se tornar dependente de outras pessoas. “Já temos medicamentos que ajudam a preservar as articulações, e o tratamento precoce é capaz de induzir à remissão, que é a vida sem os sintomas”, afirma a reumatologista Selma Merenlender*, presidente da Sociedade de Reumatologia do Rio de Janeiro.
 
Segundo a médica, tem ainda mais benefícios quem toma algumas medidas simples. “Por exemplo, controlar o peso, para não sobrecarregar as articulações e, de quebra, reduzir as chances de ter cardiopatias, que é grande em quem tem artrite reumatoide. Para isso, basta cuidar da alimentação, que deve ser suplementada com vitamina D e cálcio conforme orientação médica para favorecer o metabolismo ósseo e ajudar a impedir a osteoporose induzida pelo tratamento com cortisona e outros medicamentos; e praticar atividade física regularmente com a orientação de um especialista, para se manter no peso ideal e ainda prevenir ou até mesmo reverter alguma atrofia ou contratura muscular causada pela artrite”, completa a doutora Selma Merenlender.

Também faz bem


A médica explica que o uso prolongado de corticoide também aumenta as chances de infecções periodontais, por isso é essencial consultar um dentista regularmente e manter bons hábitos de higiene bucal, sem esquecer o uso do fio dental. “Já pensando em independência, ajuda demais trocar as maçanetas redondas por puxadores nas portas, trocar o zíper e o botão das roupas por velcro, usar canetas mais grossas e pesadas e não deixar muitos móveis, tapetes e fios espalhados pela casa”, sugere ela.

*CRM 52.484252
 
As orientações a seguir se referem à interpretação da literatura médica atual e às principais recomendações de sociedades médicas. Essas informações não devem estimular a automedicação e, sob nenhuma hipótese, substituem a avaliação de seu médico de confiança. Ele é o único profissional habilitado para avaliar a sua saúde e indicar a melhor conduta para o seu caso.
Usar remédios sem o conhecimento do seu médico pode ser extremamente perigoso para sua saúde.